O pedido de uma avó:

“Me ajude a criar 4 argumentos bem fundamentados para a minha filha dialogar com a escola das crianças que resiste de toda forma a usar tecnologia para ajudar no desenvolvimento dos alunos. A diretora entende que tecnologia na educação prejudica a mente dos alunos e ela está resistindo muito até hoje a viabilizar o estudo de conteúdospor pelo menos 1 hora por dia.”

A minha resposta

Então, ontem discutimos isso com um grupo de professores no debate sobre o tema: “Atendimento personalizado não é individualismo”, mas um processo dinâmico de cooperação e colaboração para atingir um propósito pedagógico ou andragógico.

Destaco isso porque o atendimento pedagógico personalizado ainda é pouco utilizado e muitas vezes confundido com o individualismo educacional.

Em resposta ao seu pedido de ajuda, sugiro conversar com a diretora sobre alguns pontos que possam ajudá-la a compreender a importância das tecnologias, como parceiras e não como algo estranho, nesse nível de ensino.

Penso que as sugestões são de acordo com a faixa etária e o ciclo de ensino na educação básica

Texto na íntegra: https://wr3ead.com.br/wp-content/uploads/artigos/DIÁLOGOS-DA-EDUCAÇÃO-NA-PANDEMIA-1.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *